quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Dois Corações


Samba de Herivelto Martins e Waldemar Gomes.

Dalva de Oliveira e Francisco Alves gravaram na Odeon em 29 de maio de 1942, sendo acompanhados pelo Conjunto odeon. Disco nº12.173-B, Matriz 6980.

Quando dois corações se amam de verdade
Não pode haver no mundo maior felicidade
Tudo é alegria, tudo é esplentor!
Que bom que não seria se eu tivesse um amor!

Eu sou o poeta que canta à lua quarto-crescente
sozinho, sem vida, descrente
Lua Cheia, onde estás que não clareias
este triste coração, vazio caramanchão?



2 comentários:

sandrapapi disse...

Estava quase louca procurando esta canção rs graças a deus encontrei da minha amada Dalva de Olivrira. Obrigadoooo!!!

Anônimo disse...

Faço minhas as palavras de Sandra. Também procurava esta canção nesta gravação original. Agradeço profundamente a estes que se encarregam de resgatar essas páginas importantes de nossa música e cultura brasileiras e mais ainda por difundí-las tão generosamente. valeu!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...