quarta-feira, 31 de março de 2010

Aniversário de ARACY CÔRTES - 106 anos



Hoje, dia 31 de março, seria o dia em que
nossa queridíssima Aracy Côrtes,
ou Zilda de Carvalho Espíndola, completaria 106 anos.
À ela, todo o meu carinho e admiração.

segunda-feira, 29 de março de 2010

quarta-feira, 3 de março de 2010

A NOVA ELECTROLA PARA 1928!!

Revista Phono-Arte, 30 de Agosto de 1920.
(Texto com grafia e acentuação originais)


A NOVA ELECTROLA
Modelo 12 - 15
O instrumento ideal para a obtenção de uma grande sonoridade


Reproducção tão potente, tão clara e tão melodiosa, que numa reunião dansante, não tem o seu som prejudicado pelo ruído de pés dos pares. Suas victoriosas notas enchem uma sala de concerto, ou um restaurante de grandes dimensões, ou ainda se adapta facilmente a qualquer lar. Faz ás vezes de uma banda ou orchestra e representa apenas, pelo seu valor, uma parte do seu custo.




CHARLESTON - 1925 - Por Paul Whiteman & His Orchestra














terça-feira, 2 de março de 2010

POR CAUSA DESTA CABOCLA - 1935


Sylvio Caldas


Ary Barroso e Luís Peixoto são os autores deste bonito samba-canção gravado por Sylvio Caldas.
Sylvio o gravou na Odeon, disco nº11.255-B, Matriz 5083, em 25 de junho de 1935, sendo lançado em setembro desse mesmo ano. O acompanhamento ficou a cargo da Orquestra Odeon sob a direção de Simon Bountman.





À tarde, quando o de volta da serra
com os pés sujinhos de terra
vem a caboca passar
As flores vem pra beira do caminho
pra ver aquele jeitinho
que ela tem de caminhar
E quando ela, na rede, adormece
e o seio moreno esquece
de, na camisa, ocultar
As rolas, as rolas também morenas
cobrem-lhe o colo de penas
pra ele se agasalhar.

À noite, nos seus cabelos, os grampos
são feitos de pirilampos
que às estrelas chegar
E as águas dos rios
que vão passando
fitam seus olhos
pensando que ja chegaram ao mar
Com ela, dorme toda a natureza
emudece a correnteza
fica o céu todo apagado
Somente com o nome dela na boca
pensando nessa caboca
fica um caboco acordado.



Agradecimentos ao Arquivo Nirez e a Cérgio, que nos ajudou na correção da letra.
Comentem sempre!
Obrigado!

segunda-feira, 1 de março de 2010

Elisa Coelho, 101 anos!!




"Elizinha Coelho, cujo ultimo recital, no Casino, constituiu brilhante triumpho, é uma flor de authentico matiz tropical. Com uma voz crystalina, emanação sonora da nossa propria natureza, e uma espiritualidade perfumada da mais genuina inspiração brasileira, pelo instrumento da sua graça individual e nossa canção attinge o maximo de formosura e suggestão emotiva".
Revista Carioca, s/d.

Uma pequena homenagem à Elisinha Coelho (1909-2001), grande cantora e minha amiga de conversas ao telephone, pelos 101 anos de seu nascimento.


À ela o meu carinho.

Yayazinha - 1930







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...