sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A INFÂNCIA DE CARMEN MIRANDA

A NOITE Illustrada
A edição de 04 de maio de 1932 trazia o breve e interessante relato de Carmen Miranda sobre sua infância:

Quando o Mundo é um parque de brinquedos...

A infancia ... Deliciosa, quadrada, cheia de gratas recordações, da qual não há quem não se lembre com saudade... Dias risonhos em que a vida nos parece uma festa permanente e o mundo um grande parque de brinquedos, como dizia illustre escriptor francez. Cada um de nós guarda sempre, bem vivas, na memoria, recordações de episódios interessantes, uns emotivos, outros comicos e pitorescos, da nossa ingenua e despreoccupada infancia. Reviver, através de uma reportagem illustrada, episodios dessa natureza desenrolados na infancia de figuras hoje em evidencia nos circulos artisticos, afigurou-se-nos de vivo interesse para os leitores de "A NOITE Illustrada".

Carmen Miranda, procurada, em sua residencia, por um dos nossos redactores, deu busca ao seu arquivo fotografico e apresentou-nos um retrato, tirado aos tres anos de idade, inquirindo:

- Que tal?

Demoramos o olhar na fotografia. Carmen Miranda foi uma bela criança. Mas quem visse aquele rostinho redondo, aqueles olhos cismadores, aquele ar de acanhamento, jamais pensaria que ela, mais tarde, viesse a se transformar na criatura enfeitiçante, trefega, desenvolta, irrequieta e cheia de "it", que é a aplaudida intrérprete de nossa música típica. Carmen Miranda falou, em seguida, da sua infância,relatando um episódio curioso. Tinha cerca de cinco anos de idade e sua família residia, então, no primeiro andar do prédio n. 100 da rua da Candelária. Em frente, noutro sobrado, morava uma família que tinha vários petizes, dos quais, a futura criadora de Pra você gostá de mim logo se fez camarada.

Das sacadas, desenvolviam longas conversações, comentando acontecimentos que, para eles, tinham cunho de casos sensacionais.

- Aqui em casa há uma papagaio que fala...
- Mas eu tenho um velocipede e você não tem...
- Não me importo. No domingo vou usar um vestido novo...
- Os meus vestidos todos são novos. E as minhas botinas de cano também...
- Mamãe não quer que eu fique com o cabelo grande como o seu... Vou cortar os cachos...

Um dia, depois de uma demorada palestra nesse, tom, Carmen entendeu de fazer inveja aos vizinhos, mostrando-lhes uma nova boneca que lhe fora presenteada. Mas se debruçou de tal modo na sacada, para melhor exibir a preciosa dádiva, que perdeu o equilíbrio e se precipitou do primeiro andar ao solo...

-Sofreu alguma lesão grave? Alguma fratura? - indagamos, interrompendo a narrativa.

- Qual, nada! Tive uma sorte assombrosa. Havia, em baixo, um rolo de fios telefonicos que amorteceuo choque da queda e me livrou, talvez, da morte... Dois dias depois, eu já estava completamente restabelecida...O pior foi o susto. Fiz um berreiro enorme. Gritei de tal modo e com tal força, que até desconfio que nessa ocasião foi que descobriram minha vocação para o canto.

Riu jovialmente e acrescentou:

- Também esse foi o único "caso sério" da minha infância. Dela só tenho recordações felizes e agradáveis. Cada boneca nova era um dia de festa para mim.

Ah! se eu pudesse ser de novo como outrora...

- Não se sente feliz?

- Sinto-me, sim. Mas quando se é criança, a felicidade é feita de pequeninos nadas... Mais simples, mais completa, mais fácil de realizar e mais dificil de destruir...





Carminha, aos 4 anos, em 1913.


Carmen em 1932, aos 23 anos.





Agradecimento ao Arquivo Nirez

3 comentários:

  1. oi sou de fortaleza, mais que coisa fofa a carmen criança!esta foto de 4 aninhos dela e bem rara mais outro dia vi num video do youtube uma foto carmen ainda mais criança acho que com 1 ou 2 anos acho que essa e ainda mais rara. podendo ser ate a mais ne? ja que faz mais de 100 anos!sera que nao ha como postala no blog?

    ResponderExcluir
  2. Olá Joelma, obrigado pela visita!
    Me manda o link desse vídeo, se eu tiver a foto envio a você.
    Meu e-mail é bonavides75@gmail.com
    Abraços,
    Marcelo

    ResponderExcluir
  3. I cannot thank you enough for bringing to the interent world so much of Carmens life and PHOTOGRAPHS!! I love her so so much and it makes me happy to know that people like yourself still wish to keep her memory alive and share it with us. BEIJOS

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...