quinta-feira, 18 de outubro de 2012

BRENO FERREIRA, 105 anos




Há 105 anos nascia o cantor e compositor Breno Ferreira.

Breno Ferreira Hehl nasceu no Rio de Janeiro, em 18 de outubro de 1907.
Ao mesmo tempo em que seguiu carreira artística, se dedicava ao curso de direito.

Em 1929, quando a gravadora Victor se instalou no Brasil, ele foi um dos primeiros cantores a gravar discos por ela. A série brasileira se iniciava no disco de número 33.200 e o disco de Breno era o quarto a ser lançado, com a numeração de 33.203.

Trazia a música Forga Nêgo, uma embolada de motivo folclórico, em adaptação do próprio Breno Ferreira. No outro lado, a Orquestra Victor Brasileira, sob a direção de Pixinguinha, trazia uma música.

Foi uma das estrelas pioneiras da Victor, ao lado de Jesy Barbosa e Carmen Miranda. Os três viajaram para São Paulo em 1930, para fazerem algumas gravações na Victor paulistana.

Um de seus sucessos foi a embolada Andorinha Preta, que seria regravada por Nat King Cole na década de 1960. Ele gravou em 1932, mas, doze anos antes já fez o arranjo sobre um motivo popular. Vários artistas, como Hebe Camargo, gravariam essa embolada.

Gravou compositores de renome, como Sinhô, Joubert de Carvalho, Pixinguinha, Heitor do Prazeres e Josué de Barros.

Fez gravações interessantes, em dupla com Sylvio Caldas, em Tracuá me ferrô, ou ao lado de Josué de Barros e Carmen Miranda, na antológica Historia de um Capitão Africano.

Após formar-se em direito, passou a se dedicar à carreira de advogado.
Segundo o pesquisador Ricardo Cravo Albin, ele se destacou como pioneiro em cooperativismo no Brasil, tendo publicado alguns livros sobre o tema.

Breno Ferreira faleceu no Rio de Janeiro, em 23 de novembro de 1966.




Agradecimento ao Arquivo Nirez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...