sábado, 3 de novembro de 2012

GONÇALVES DIAS, 148 anos de saudades



Há 148 anos falecia o poeta GONÇALVES DIAS.

Ele um dos grandes poetas do Romantismo.
Ao lado de José de Alencar, desenvolveu o indianismo.
Para conhecer mais da vida e obra de Gonçalves Dias, confira o site:
http://www.brasiliana.usp.br/goncalves_dias


Trouxemos um de seus mais famosos poemas adaptado por Armando Lameira para canto.
Trata-se de Canção do Exílio, que foi gravada em 1931 como modinha, com o título de Minha Terra Tem Palmeiras.
A gravação coube à Gilca Loreti, acompanhada ao violão por Gente Boa.
Disco Odeon 10.790-B, matriz 4002, lançado em 1931.




Canção do Exílio

"Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar - sozinho, à noite -
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...