sábado, 31 de março de 2012

ARACY CÔRTES, 108 ANOS!


Hoje, Aracy Côrtes estaria completando 108 anos.






Yayá (Linda Flor), 1929
Henrique Vogeler, Luis Peixoto e Marques Porto





Agradecimento ao Arquivo Nirez

quarta-feira, 28 de março de 2012

ADEMILDE FONSECA na Rádio das Estrelas


Hoje, dia 28 de março de 2012 fomos surpreendidos pela triste notícia do falecimento da cantora 
Ademilde Fonseca, a Rainha do Chorinho
Ademilde estava com 91 anos e em plena atividade, vindo a falecer ontem, dia 27 de março de 2012.



Ademilde Fonseca
04/03/1921 - 27/03/2012


Em nosso segundo programa Rádio das Estrelas, fizemos uma homenagem à Rainha do Chorinho.















Fontes:
Arquivo Nirez
Som do Elefante: http://is.gd/XHK0xF
O Nordeste: http://is.gd/QvZd1T
G1: http://is.gd/utWW1Z

terça-feira, 27 de março de 2012

DIA MUNDIAL DO TEATRO, 2012


Dia 27 de março se comemora o Dia Mundial do Teatro.
Imposssível falar em Teatro e não lembrar de Arthur Azevedo.
Um de nossos maiores dramaturgos, Arthur também foi pintor, jornalista, escreveu versos, contos...
Foi um dos precursores do Teatro de Revista
consolidando o gênero teatral Revista de Ano 
no final do século XIX. 






Foto:
Blog Teatro e Revista Brasileira (http://is.gd/BrckC6)

segunda-feira, 26 de março de 2012

DALVA EM LISBOA, 1952 (Parte 1)


Em 1952, Dalva de Oliveira, a Rainha da Voz, fazia uma bem sucedida tournée pela Europa. Chegou a cantar na Torre Eiffel e cantou, com exclusividade, para a Rainha Elizabeth II e sua família.
Em Lisboa, ela tornou-se tão popular que precisou estender seus contratos.
Claribalte Passos escreveu um artigo sobre seu sucesso e foi publicado na revista Carioca,
em 03 de maio de 1952.
Vamos conferir:

NOTÍCIAS DE DALVA DE OLIVEIRA

Grandes tem sido os seus sucessos em Lisboa - A estrela brasileira tornou-se popular em poucos dias - Prorrogou os seus contratos e ainda não sabe quando regressará ao Brasil.

Reportagem de Claribalde Passos

Damos aqui, em absoluta primeira mão, uma sensacional reportagem da presente excursão artística da cantora Dalva de Oliveira em Portugal. Recebemos várias fotos que demonstram o sucesso ímpar dessa grande interprete nacional em terras de além-mar. Trata-se de informes fidedignos, enviados por pessoa de nossa particular amizade, residente em Lisboa, o que constitui documentação idônea e insuspeita a respeito do êxito dessas apresentações da estrela da PRE-8. Esperamos, com isso, prestar um serviço aos seus milhares de fãs de todo o Brasil, tão ansiosos por saber dos resultados dessa viagem.


Dalva e a então Rainha do Rádio de Portugal.



Continua na Parte 2.


Agradecimento ao Arquivo Nirez.

sábado, 24 de março de 2012

IVANILDE RODRIGUES


Minha querida amiga Ivanilde Rodrigues, uma das Rainhas do Rádio Cearense.
Tive o prazer de trabalhar com ela em 2000, em minha última peça apresentada em Fortaleza, Bastidores, direção de Ricardo Andrés Bessa. Além de cantora, Iavnilde também é atriz, tendo se destacado no teatro vivendo Dalva de Oliveira e atuando em A Bailarina, burleta de Carlos Câmara.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Dyrcinha Baptista


Dircinha Batista, ou Dyrce Baptista, aos 15 anos, em 1937.
Estrela da Rádio Nacional.





Foto: Arquivo Nirez

JOAN CRAWFORD, 107 anos!


Em 23 de março de 1905 nascia a atriz Joan Crawford, uma das mais célebres estrelas de seu tempo.
Confiram algumas fotos.












Fotos:
Arquivo Marcelo Bonavides
Arquivo Nirez

CHICO ANYSIO (1931 - 2012)


Perdemos hoje o genial humorista cearense Chico Anysio.
Um dos maiores artistas de nosso País.
Ele sim, tinha talento e sabia usá-lo.





Fotos:
Blog O Povo: http://is.gd/Jan2k8
O Nordeste: http://is.gd/iDOhMQ

terça-feira, 20 de março de 2012

OS IRMÃOS BARBOSA

Da esquerda para a direita:
ao piano, Paulo Barbosa; Luis Barbosa e seu chapéu de palha, ao centro; cantando, Barbosa Júnior.

Revista Carioca, 1936.

No cenário de nossa música popular sempre despontaram famílias de artistas.
Irmãos e/ou irmãs cantavam juntos ou separados, fazendo sempre muito sucesso.
Foi assim com Linda, Dircinha e Odete Baptista; Carmen, Aurora, Cecília e Oscar Miranda; Marília e Henrique Baptista; Francisco e Nair Alves; Vicente, Pedro e Amadeu Celestino; Orlando e Edmundo Silva...
isso para citar alguns artistas dos anos 30.
Nesse mesmo período faziam sucesso três irmãos, cada qual com um enorme talento, atuando em distintos setores, algumas vezes se encontravam em apresentações.
São eles: Barbosa Júnior, Luiz Barbosa e Paulo Barbosa, os irmãos Barbosa.

Barbosa Júnior era ator, cantor, compositor e um dos nossos grandes comediantes, seja no rádio, cinema ou no teatro. Seu talento para o riso tornou-se célebre em vários programas de rádio, em filmes e gravações, algumas antológicas ao lado de Carmen Miranda, como Quem é? e Casaquinho de Tricô.

Luiz Barbosa, que também compunha, foi um nos nossos maiores sambistas. Introdutor do chapéu de palha como percussão no samba,onde usava como pandeiro. Vários sambas de breque foram gravados por Luis que, com sua bossa, os tornavam mais interessantes. Gravou marchas e sambas, inclusive a primeira gravação de No Tabuleiro da Baiana, de Ary Barroso, foi feita por Luis e Carmen Miranda em 1936.

Paulo Barbosa era compositor, e um dos nossos mais inspirados e talentosos. Suas composições, sambas, marchas, canções, valsas, são verdadeiros clássicos, como Teus Lábios de Ciclamen, Salão Grenat e Cerejeira do Japão, Madame Pompadour, todas gravadas por Carlos Galhardo. Muita gente ainda conhece, e canta, a Marchinha do grande galo, Tirolesa ou Pensão da Dona Estela.

Ainda voltarei a falar de cada um deles separadamente.
Aqui, vocês conferem algumas músicas de seu repertório.
Em várias, Paulo Barbosa compôs para os irmãos.


Paulo Barbosa (compositor)

Minha Boneca
Canção de Paulo Barbosa e Luis Lamego
Gravada por Gastão Formenti em 1938




Samba Lelê
Samba de Paulo Barbosa
Gravado por Carlos Galhardo em 1939




Aconteceu comigo
Samba de Paulo Barbosa e Osvaldo Santiago
Gravado por Barbosa Júnior em 1943





Barbosa Júnior

Casaquinho de Tricô
Choro receita de Paulo Barbosa
Gravado com Carmen Miranda em 1935




Da Discussão Nasce a Luz
Humorismo de Maria Célia e Barbosa Júnior
Gravado com Ismênia dos Santos e 1935, Muraro ao piano.




Mulher Vampiro
Marcha de Alberto Ribeiro e Alcyr Pires Vermelho
Gravada em 1935





Luis Barbosa

Bumba no Caneco
Batucada de Getúlio Marinho e Orlando Vieira
Gravado em 1933




O Que Eu Sinto Por Você
Samba de Luis Barbosa gravado por ele, com seu chapéu de palha, em 1933




Palhaço Ela Zomba de Ti
Samba de Kid Pepe e Siqueira Filho
Gravado em 1936











Agradecimento ao Arquivo Nirez






quarta-feira, 14 de março de 2012

CASTRO ALVES, 165 anos!


Hoje é dia da Poesia.
Uma bem oportuna data escolhida para homenagear o poeta baiano Castro Alves,
 nascido nesse mesmo dia, em 1847.
Em breve, novidades sobre ele, sua obra e seus amores.

terça-feira, 13 de março de 2012

ELZA GOMES, 1938

A excelente e saudosa atriz Elza Gomes em 1938.

Conheci seu trabalho em 1982, interpretando a simpática velhinha Dona Sinhá 
na novela Final Feliz. Por sinal, foi seu último trabalho na tv.
Nascida em Portugal, ela fez uma brilhante carreira no Brasil, onde morava desde menina. 
Foi atriz destacada no teatro de revista e, depois, em comédias e dramas. 
Fora sua bem sucedida carreira em telenovelas.
Lembro de Dona Sinhá e seus gatos e, também, 
que fiquei triste quando soube que a senhora que a interpretava havia falecido.
Aos sente anos, sem ainda entender nada de história da mpb ou do teatro de revista, 
era Elza Gomes a minha atriz favorita. 




Agradecimento ao Arquivo Nirez

sexta-feira, 9 de março de 2012

À Brazileira


Réclame da loja À Brazileira, Rio de Janeiro, revista Careta, sábado, 19 de julho de 1919.
 A crase ainda era usada ao contrário. Arquivo Nirez.

terça-feira, 6 de março de 2012

Uma serenata com Sylvio Caldas


Sylvio Caldas não foi só um cantor com uma bela voz, mas, um ótimo intérprete de nossa música. 
Com alma e emoção ele nos passava através de sua voz o sentimento exato dos versos.
Vamos conferir algumas valsas por sua bela interpretação.



Arranha-Céu
Valsa de Sylvio Caldas e Orestes Barbosa
Acompanhamento de Benedicto Lacerda e seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.475-A, matriz 5547
Gravado em 19 de março de 1937 e lançado em junho desse mesmo ano.



Com o pensamento em você
Valsa canção de Joubert de Carvalho
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 34.377-A, matriz 80869-2
Gravado em 18 de agosto de 1938 e lançado em novembro desse ano.



Falsa Felicidade
Valsa canção de Paulo Medeiros
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 34.367-A, matriz 80871-1
Gravado em 18 de agosto de 1938 e lançado em outubro desse ano.



Meu Erro
Valsa de Sylvio Caldas e Orestes Barbosa
Acompanhamento de Benedicto Lacerda e seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.378-A, matriz 5377
Gravado em 30 de maio de 1936 e lançado em setembro desse ano.



Não me abandones nunca
Valsa canção de Joubert de Carvalho
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 34.377-B, matriz 80870-1
Gravado em 18 de agosto de 1938 e lançado em novembro desse ano.







Agradecimento ao Arquivo Nirez






quinta-feira, 1 de março de 2012

'FOI - Uma peça aos pedaços", novamente em cartaz

FOI - Uma peça aos pedaços. Companhia VÃO de Teatro. Fortaleza, 2012.


A peça "FOI - Uma peça aos pedaços" volta em cartaz nos dias 1, 2 e 3 de março, às 20 horas, no Theatro José de Alencar, em Fortaleza.
Gratuito para estudantes de Teatro de escolas públicas.
Da autoria de Rafael Martins, e dirigida pelo próprio, é protagonizada por Jadeilson Feitosa.
Dois nomes que garantem a alta qualidade do espetáculo.
Não percam!

Já comentamos aqui sobre a peça, confiram.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...