sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Radionovela EM BUSCA DA FELICIDADE, 1941

Em 05 de junho de 1941, uma quinta-feira, às 10:30 da manhã, era transmitida a primeira novela da Rádio Nacional, Em Busca da Felicidade, sob o patrocínio do Creme Dental Colgate.

O locutor Aurélio Andrade anunciava, ao vivo, no microfone: "Senhoras e Senhores, o famoso Creme Dental Colgate apresenta... o primeiro capítulo da empolgante novela de Leandro Blanco, em adaptação de Gilberto Martins... Em busca da felicidade".

Gilberto Martins adaptou a história original, cubana, escrita por Leandro Blanco. 
A Standard Propaganda, agência de propaganda do Creme Dental Colgate, teve a ideia de levar ao ar a novela, escolhendo também o horário da manhã.

Como esse horário era de baixa audiência, a transmissão da novela visava aumentar os ouvintes. Foram ofertadas fotografias dos artistas da novela e um álbum com o resumo da história a quem enviasse um rótulo do Creme Dental Colgate. 
No primeiro mês de programação, 48 mil ouvintes já haviam enviado seus rótulos. Como o número de pedidos só aumentava, o oferecimento dos brindes foi interrompido.

Até hoje, essa história é contada, já que marcou o uso de estratégias de marketing em no país.


A novela passou a ser irradiada toda segunda, quarta e sexta.

A história abordava o drama de um casal de classe alta, Anita de Montemar, modelo de esposa fiel e digna, zelosa do lar, e o engenheiro Alfredo Medina. Eles tinham uma filha de criação, Alice Medina. Porém, Alice é fruto de uma relação extraconjugal que Alfredo mantém. Aos dezesseis anos, a garota descobre tudo e, mesmo amando sua mãe adotiva, vai morar com a mãe biológica, Carlota, de vida mais modesta.
Alice passa a trabalhar como secretária de Fonseca, esposo de Constança, pais de Carlos. Mas, ela apaixona-se pelo filho dos patrões. A orgulhosa mãe de Carlos tenta impedir que o filho se uma à moça, que não pertence à sua classe social. Mas os jovens conseguem noivar. Porém, às vésperas do casamento, ele morre em um acidente de carro.
A história contava com vários outros personagens.
Dessa forma, o drama ia se desenrolando. Todos os personagens chegavam perto de encontrar a felicidade, mas, algo trágico os atingiam. Era nesses acontecimentos dramáticos que o título da novela se justificava: Em Busca da Felicidade.

Com 284 capítulos, a novela fez muito sucesso, ficando dois anos no ar (até maio de 1943) e aumentando ainda mais a fama e prestígio de seu elenco talentoso.

Zezé Fonseca interpretava a protagonista Anita De Montemar; Rodolfo Mayer, o engenheiro Alfredo Medina. Carlota Morais foi interpretada por Yara Sales, e Isis de Oliveira interpretava Alice Medina. 
No elenco ainda estavam: Lourdes Mayer, que muitos conheceram das novelas da Rede Globo (sua última aparição foi na reprise da novela Vale Tudo, no Canal Viva, onde viveu d. Pequenina). Lourdes era esposa do ator Rodolfo Mayer e interpretava Constança;  e mais, Brandão Filho, Alda Verona, Floriano Faissal, Flora May, Heber Bóscoli (esposo da atriz Yara Sales), Saint Clair Lopes, eram alguns rádio-atores desta obra.

Zezé Fonseca era considerada a maior rádio-atriz de sua geração. Ela também era cantora, repórter e locutora.



Jornal A Noite
Sexta-feira, 30 de janeiro de 1942
http://memoria.bn.br




Abertura de Em Busca da Felicidade




Fotos do Álbum Em Busca da Felicidade, com o elenco, seus personagens e resumo de suas histórias, e ainda a locução, técnica, direção. Fotos gentilmente cedidas por Armando, do blog Recreio das Gerais (http://recreiominhacidade.blogspot.com.br)



Zezé Fonseca - Anita de Montemar




Yara Sales - Carlota Morais




Rodolfo Mayer - Aldredo Medina





Isis de Oliveira - Alice Medina





Floriano Faissal - Doutor Mendonça





Lourdes Mayer - Constança




Amaral Gurgel - Fonseca





Luís Titto - Carlos




Alda Verona - Ofélia




Francisco Moreno - Doutor Ferreira





Saint Clair Lopes - Benjamin Prates





Flora May - Miss Kitty





Heber de Boscoli - Gabriel





Brandão Filho - Mister Davis





Silvio Silva - Mister X





Paulo Ferraz - Machado




Aurélio Andrade





Maria Helena





Geraldo Possidomo




Edmo do Vale




Vitor Costa















Fontes:

Rádio Nacional, o Brasil em sintonia
Por Luiz Carlos Saroldi, Sonia Virgínia Moreira








2 comentários:

  1. A ATRIZ LOURDES MAYER FOI UMA DAS GRANDES ESTRELAS DO RÁDIO EM TEATRO,A CONHECI ATRAVÉS DA NOVELA DANCING DAYS, AOS 12 ANOS.NÃO HAVIA INTERNET Á ÉPOCA,E ELA TRANSMITIA UMA PAZ QUE ME MARCOU E HOJE AOS 46 ANOS LEIO MAIS SOBRE ELA,E COMO ELA ATUAVA!PARABÉNS PELO SEU GRANDE TRABALHO.SUA ESTÓRIA ESTÁ REGISTRADA.

    ResponderExcluir
  2. Nossa! amo ler estes artigos. Faz-me voltar ao passado. Embora não fosse da minha época. Mas de meus pais.
    Gosto de pesquisar a vida de cada um. Sua biografia. Parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...