segunda-feira, 3 de março de 2014

CENSURA NO CARNAVAL DE 1938

Os compositores Milton de Oliveira e Haroldo Lobo compuseram, para o carnaval de 1938, a marcha Diabo Sem Rabo, que seria gravada por Patrício Teixeira. Até aí, tudo bem. A música foi gravada em 04 de janeiro de 1938 para ser lançada no mês de fevereiro seguinte. Tudo feito, disco no mercado, acontece um imprevisto. A censura implicou com alguns versos do estribilho, talvez pelo teor sexual, que eram:

A minha fantasia é de diabo
só falta o rabo
só falta o rabo.
Eu vou botar um anúncio no jornal
"Precisa-se de um rabo
pra brincar no carnaval".

Pois a censura caiu em cheio nos versos do rabo da fantasia. Tudo bem que a música tem sua malícia, e isso a torna pitoresca e interessante, mas, foi censurada. Resultado: os autores refizeram os versos e Patrício regravou a música em 17 de fevereiro desse mesmo ano de 1938, os técnicos da gravadora se apressaram e lançaram o disco nesse mesmo mês. O carnaval seria em fins de fevereiro e começo de março daquele ano. Os novos versos ficaram assim:

A minha fantasia é de diabo
quase me acabo
quase me acabo
Eu vou botar um anúncio no jornal
"Eu quero uma diaba
pra brincar no carnaval".



O resto da composição permaneceu igual:

Já comprei lança, carapuça
comprei tudo
Até o pé de pato e capa de veludo
Mas que diabo,
puxa, puxa
que diabo
Depois de tudo pronto
eu notei que falta o rabo.



A numeração do disco permaneceu a mesma 34.289-A, porém as matrizes variam. A censurada trazia 80678-1 e a liberada, 80678-3-R. A música do lado B era o samba de Alcebíades Barcellos e Valfrido Silva, Põe a Roupa no Penhor, que não sofreu alteração, sendo lançada nos dois discos, sempre no lado B.




Registro da Victor da primeira gravação. Há uma observação dizendo que foi regravada.
Podemos ver quais instrumentos musicais foram usados na gravação.

Diabo Sem Rabo
(primeira gravação - censurada)
Marcha de Milton Oliveira e Haroldo Lobo
Gravada por Patrício Teixeira
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.289-A, matriz 80678-1
Gravado em 04 de janeiro de 1938 e lançado em fevereiro




Registro da Victor da segunda gravação. Há uma observação dizendo que foi regravada.
Podemos ver quais instrumentos musicais foram usados na gravação.


Diabo Sem Rabo (segunda gravação)
Marcha de Milton Oliveira e Haroldo Lobo
Gravada por Patrício Teixeira
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.289-A, matriz 80678-3-R
Gravado em 17 de fevereiro de 1938 e lançado em fevereiro










Agradecimento ao Arquivo Nirez











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...