domingo, 24 de janeiro de 2016

AUGUSTO CALHEIROS - 60 ANOS DE SAUDADE

Augusto Calheiros
Arquivo Nirez



Há 60 anos, no dia 11 de janeiro de 1956, falecia um dos mais importantes interpretes de nossa música, AUGUSTO CALHEIROS, A PATATIVA DO NORTE.

Augusto Calheiros nasceu em Maceió, Alagoas, em 05 de junho de 1891.

Ainda muito jovem, ele se transferiu para Recife, onde esteve em contato com a família do bandolinista Luperce Miranda, que era toda formada por músicos.
Em Recife, começou a cantar e pelo fato de ter a voz afinada, com um estilo peculiar, ficou conhecido como A Patativa do Norte, uma vez que nessa época o Nordeste era ainda designado como Norte. 

Augusto Calheiros foi convidado para ser o cantor em um grupo formado pelos irmãos Luperce (bandolim), João (bandolim), Romualdo Miranda (violão), Manoel de Lima (violão) e João Frazão (violão). Quem batizou o grupo foi o historiador Mário melo, que evocando os tempos do domínio holandês, no governo de Maurício de Nassau, passou a se chamar Turunas da Mauricéia.

O grupo chegou ao Rio de Janeiro em 1927, sem Luperce Miranda, que iria só meses depois. Cantavam suas emboladas e cocos, ritmos que até então eram desconhecidos na cidade, trajando roupas sertanejas e usando chapéus de abas largas erguidas na frente, onde se liam Guajurema, Riachão, Periquito e Patativa do Norte. O grupo fez grande sucesso, gravando vários discos, inclusive a embolada Pinião, de Augusto Calheiros e Luperce Miranda, sucesso no carnaval de 1928.

A partir de 1930 passou a gravar sozinho, também se apresentando na Casa de Caboclo, de Duque. Por volta de 1945 era um dos campeões de vendagens de discos.


O MALHO,
29 de outubro de 1929.
http://memoria.bn.br/



Augusto Calheiros
Arquivo Nirez



Teve papel importante no início da carreira do violonista Dinho Sete Cordas, que convidava para participar dos espetáculos em circos onde se apresentava.


Seu repertório era vasto, tendo deixado gravadas várias valsas, sambas-canções e canções. 

Seu último disco saiu em 1956, pouco antes de sua morte, em 11 de janeiro desse mesmo ano.



Augusto Calheiros
Arquivo Nirez




AUGUSTO CALHEIROS E SUAS MÚSICAS

A música Flor do Mato foi gravada duas vezes no mesmo dia.


AMOR SECRETO
Canção de Romualdo Miranda
Acompanhamento dos Turunas da Mauricéia
Disco Odeon 10.066-A, matriz 1321
Lançado em novembro de 1927



MORENA DO NORTE
Samba
Acompanhamento dos Turunas da Mauricéia
Disco Odeon 10.071-B, matriz 1328
Lançado em novembro de 1927




NA PRAIA
Canção de Raul Morais
Acompanhamento dos Turunas da Mauricéia
Disco Odeon 10.073-A, matriz 1330
Lançado em novembro de 1927




REVENDO O PASSADO
Valsa de Freire Jr.
Acompanhamento de Conjunto
Disco Odeon 11.021-A, matriz 4662-1
Gravado em 30 de maio de 1933 e lançado em agosto



ALMA DE TUPI
Canção de José Luís Calazans (Jararaca)
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 33.697-A, matriz 65771-1
Gravado em 09 de junho de 1933 e lançado em setembro




FLOR DO MATO (I)
Canção de José Francisco de Freitas e Zeca Ivo
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.021-B, matriz 4475
Gravado em 03 de julho de 1932
Lançado em agosto de 1933




FLOR DO MATO (II)
Canção de José Francisco de Freitas e Zeca Ivo
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.021-B, matriz 4475-1
Gravado em 03 de julho de 1932
Lançado em agosto de 1933




MOCAMBO DA SERRA
Canção de J. Aimberê e J. L. Calazans (Jararaca)
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.110-A, matriz 4782
Gravado em 20 de fevereiro de 1934 e lançado em abril de 1934



MANÉ FOGUETEIRO
Samba canção de João de Barro
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.156-B, matriz 4882
Gravado em 27 de julho de 1934 e lançado em outubro




PISANDO CORAÇÕES
Valsa de Antenógenes Silva e Ernâni Campos
Acompanhamento de Antenógenes Silva no Acordeon e Orquestra
Disco Odeon 11.334-A, matriz 5255
Gravado em 31 de janeiro de 1936 e lançado em abril




RESTOS DE VENTURA
Valsa canção de Gastão Lamounier e Mário Rossi
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.599-A, matriz 5785
Gravado em 27 de março de 1938 e lançado em maio



ÚNICA VENTURA
Valsa de Gastão Lamounier e Anuar Jorge
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.650-B, matriz 5853
Gravado em 30 de maio de 1938 e lançado em outubro



SE AMAS ÉS FELIZ
Valsa de Antenógenes Silva e Osvaldo Santiago
Acompanhamento de Antenógenes Silva no Acordeon e Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.647-B, matriz 5877
Gravado em 27 de junho de 1938 e lançado em outubro




VISÃO DO PASSADO
Valsa de Aldo Cabral e Severino Rangel (Ratinho)
Acompanhamento da Orquestra Copacabana sob a direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.838-B, matriz 6303
Gravado em 13 de fevereiro de 1940 e lançado em abril




AVE MARIA
Valsa de Erotides Campos e Jonas Neves
Acompanhamento de Antenógenes Silva no Acordeon, Rogério e Laurindo
Disco Odeon 11.775-A, matriz 6188
Gravado em 30 de agosto de 1939 e lançado em outubro



CABOCLO VINGADOR
Canção de Artur Goulart e José Colombo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e seu Regional
Disco Victor 80-0292-A, matriz S-078148-1
Gravado em 03 de abril de 1945 e lançado em julho



CÉLIA
Valsa de José Rodrigues de Rezende e Augusto Calheiros
Acompanhamento de Benedito Lacerda e seu Regional
Disco Victor 80-0292-B, matriz S-078149-1
Gravado em 03 de abril de 1945 e lançado em julho








Agradecimento Ao Arquivo Nirez






Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...