sábado, 1 de outubro de 2016

ZAÍRA CAVALCANTI - 103 ANOS

ZAÍRA CAVALCANTI
Revista A Noite Illustrada, 1931
Arquivo Nirez


Há 103 anos nascia a atriz e cantora ZAÍRA CAVALCANTI.

Dona de uma beleza e talento ímpar, Zaíra Cavalcanti se destacou no teatro de revista ainda adolescente, sendo elevada à estrela aos 16 anos, quando lançou a marchinha de Ary Barroso, Dá Nela, em janeiro de 1930.


Gravou quatorze discos e apareceu em alguns filmes, entre eles, o argentino Luna de Miel en Río, de 1940, onde contracena com Niní Marshall. Nesse filme, ela canta de sua autoria o samba Eu Tenho Tudo.


Ela nasceu em Santa Maria (RS), em 01 de outubro de 1913, e faleceu no Retiro dos Artistas do Rio de Janeiro, em 12 de setembro de 1981, semanas antes de completar 68 anos.

Agradeço ao amigo e pesquisador Dijalma Cândido pelas gravações e as fotos dos selos dos discos.


Hoje, trago o restante das gravações de Zaíra Cavalcanti, cobrindo toda a sua discografia.


Zaíra Cavalcanti cantando Eu Tenho Tudo, no filme Lune de Miel en Río, 1940.





TEM MUAMBA


Samba de Eduardo Souto e João de Barro
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.218-A, matriz 3898
Gravado em 1930 e lançado em outubro





VOU PEDIR À PADROEIRA


Samba da Penha
De Américo de Carvalho
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.218-B, matriz 3899
Gravado em 1930 e lançado em outubro






CARANGUEJO TAMBÉM SOBE NO ARVOREDO


Samba de Mário Barros
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.255-A, matriz T-17
Lançado em janeiro de 1931





SEM QUERER...


Samba canção de Ary Barroso, Marques Porto e Luís Peixoto
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.255-B, matriz T-16
Lançado em janeiro de 1931





QUANDO ESCUTO VOCÊ CANTAR


Fox de Milton Amaral e Jerônimo Cabral
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.951-A, matriz 4529
Gravado em 20 de outubro de 1932 e lançado em janeiro e fevereiro de 1933




QUANDO TU FORES BEM VELHINHO


Samba de Paulo orlando e Jerônimo Cabral
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.951-B, matriz 4530
Gravado em 20 de outubro de 1932 e lançado em janeiro e fevereiro de 1933





NOSSAS CORES


Samba de Oscar Cardona

Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.984-A, matriz 4524
Gravado em outubro de 1932 e lançado em março de 1933






NÃO TERÁS PERDÃO


Choro de Oscar Cardona
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.984-B, matriz 4525
Gravado em outubro de 1932 e lançado em março de 1933








Agradecimento a Dijalma Cândido






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...