segunda-feira, 26 de junho de 2017

BIDU REIS - 06 ANOS DE SAUDADE

BIDU REIS em 1951
Revista Carioca
http://brazilianpop-30-40-50.blogspot.com.br



Há 06 anos falecia a cantora e compositora BIDU REIS.

Nascida Edila Luísa Reis em 05 de março de 1920, no Rio de Janeiro, seguiu carreira artística com o nome de Bidu Reis.

Além de cantora e compositora, era poetisa, pianista e radioatriz.

Em 1942, participou da formação original do grupo As Três Marias, ao lado de Marília Batista e Salomé Cotelli. O grupo foi formado na Rádio Nacional por seu diretor artístico José Mauro.

O primeiro disco gravado pelo grupo foi ainda em 1942, acompanhando a cantora Linda Batista no samba canção Bom Dia, de Herivelto Martins e Aldo Cabral, e no samba Aula de Música, de Haroldo Barbosa e Herivelto Martins.


AS TRÊS MARIAS
(MARÍLIA BATISTA, BIDU REIS E SALOMÉ COTELLI).
Arquivo Nirez


Em 1943, acompanhariam Francisco Alves e participaram, cantando, do filme É Proibido Sonhar, de Moacir Fenelon. Acompanhariam ainda Roberto Paiva, Nilo Sérgio e Albertinho Fortuna.


BIDU REIS, FRANCISCO ALVES E REGINA CÉLIA
Rádio Nacional, anos 40
Acervo Osmar Frazão


Em 1945, Bidu saiu do grupo para cantar na Rádio Globo e na Orquestra Tabajara, de Severino Araújo.

Gravou três discos solo: Não me fale em Pretoria, marcha de Fernando Lobo e Nestor de Holanda (1951); Adeus, minha gente, baião de Alcir Pires Vermelho e Gilvan Chaves (1955); e o samba Sozinha, de sua autoria e José Bastos, com acompanhamento de Radamés Gnatalli e seu conjunto (1955).

Como compositora, teve obras gravadas, como: Qu´est que tu pense, samba gravado pelo conjunto vocal Os Cariocas (1955); Quatro histórias diferentes, samba em parceria com Dora Lopes, gravado pelo grupo Quatro Estrelas (1956); É Natal, canção em parceria com Arsênio de Carvalho, gravada por Emilinha Borba (1956); Interesseira, bolero em parceria com Murilo Latini, gravada pelo grupo Os Sinuelos (1957). Esse bolero seria ainda gravado pelo grupo Os Seresteiros e também por Jairo Aguiar(1958) e seria um grande sucesso na gravação de Anísio Silva. Em 1960, Lúcio Alves gravaria Festa de Luz, em parceria com Murilo Latino, que seria gravado depois por Dilu Melo.

Seu maior sucesso foi Bar da noite, em parceria com Haroldo Barbosa e gravado por Nora Ney em 1953. Essa música é considerada um dos clássicos mais significativos do samba-canção. Também seria sucesso na voz de Creusa Cunha, em gravação Mocambo de 1957.

Bidu Reis também escreveu livros, sendo autora da história infantil A inteligência dos animais, que foi adaptada ao rádio na década de 1960, e foi publicada em 1966 como livro pela Editora Sette Letras.

Em 2003, Marion Duarte gravou Folhas mortas, sua música em parceria com Motta Vieira. Bidu escreveu a apresentação para o CD de Marion, Fonte de energia.

Sempre ativa, ela pertenceu à União Brasileira de Compositore, foi uma das diretoras da Associação Defensora dos Direitos dos Fonomecânicos e, em 2000, era também presidente da Associação das Donas de Casa da zona norte da cidade do Rio de Janeiro.


Bidu Reis faleceu no Rio de Janeiro, em 26 de junho de 2011, aos 91 anos.


BIDU REIS E SUA FILHA
Revista Carioca
http://produto.mercadolivre.com.br




Gravações de Bidu Reis no grupo As Três Marias

BOM DIA
Samba de Herivelto Martins e Aldo Cabral
Gravado por Linda Batista e As Três Marias
Acompanhamento de Passos e Sua Orquestra
Disco Victor 34.962-A, matriz S-052569
Gravado em 02 de julho de 1942 e lançado em setembro




AULA DE MÚSICA
Samba de Haroldo Barbosa e Herivelto Martins
Gravado por Linda Batista e As Três Marias
Acompanhamento de Passos e Sua Orquestra
Disco Victor 34.962-B, matriz S-052568
Gravado em 02 de julho de 1942 e lançado em setembro





Gravações de Bidu Reis como cantora

NÃO ME FALE EM PRETORIA
Marcha de Fernando Lobo e Nestor de Holanda
Acompanhamento de Geraldo Medeiros e Seu Conjunto
Disco Carnaval 046-B, matriz CA-046-B
Lançado em 1951




ADEUS MINHA GENTE
Baião de Alcir Pires Vermelho e Gilvan Chaves
Acompanhamento de Vero e Seu Conjunto
Disco Continental 17.162-A, matriz C-3612
Gravado em 11 de abril de 1955 e lançado em outubro




SOZINHA
Samba de José Bastos e Bidu Reis
Acompanhamento de Vero e Seu Conjunto
Disco Continental 17.162-B, matriz C-3613
Gravado em 11 de abril de 1955 e lançado em outubro




Gravações de composições de Bidu Reis

QU´EST CE QUE TU PENSE
Samba de Haroldo Barbosa e Bidu Reis
Gravado pelos Cariocas
Acompanhamento de Conjunto
Disco Continental 17.093-B, matriz C-3409
Gravado em 09 de junho de 1954 e lançado em março de 1955




QUATRO HISTÓRIAS DIFERENTES
Samba de Bidu Reis e Dora Lopes
Gravado por Quatro Estrelas
Disco Continental 17.277-A, matriz C-3782
Gravado em março de 1956 e lançado em abril/maio desse ano




É NATAL
Canção de Arsênio de Carvalho e Bidu Reis
Gravada por Emilinha Borba
Acompanhamento de Severino Araújo e Sua Orquestra Tabajara
Disco Continental 17.367-B, matriz C-3932
Gravado em 1956 e lançado em novembro/dezembro desse ano




INTERESSEIRA
Bolero de Bidu Reis e Murilo Latini
Gravado por Anísio Silva
Disco Odeon 14.327, matriz RIO-12427
Gravado em 02 de abril de 1958 e lançado em agosto




BAR DA NOITE
Samba de Bidu Reis e Haroldo Barbosa
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Vero e Seu Conjunto
Disco Continental 16.787-A, matriz C-3147

Gravado em 12 de junho de 1953 e lançado em julho/agosto desse ano




BAR DA NOITE
Samba Canção de Bidu Reis e Haroldo Barbosa
Gravado por Creusa Cunha
Acompanhamento da Orquestra Mocambo
Disco Mocambo 15.174-A, matriz R-854
Lançado em 1957















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...